Um sapato muito louco

Ganhara dos filhos. Era um lindo par de sapatos. Marrom, como ele gostava.  Lembrava muito o velho e bom “Índio Mock”, da Clark, de saudosa memória. Um sapato muito macio, solado de borracha. Confortável, super confortável! Trazia, junto com a lembrança…

Leia maisUm sapato muito louco

Luzes, câmera…

Esta história aconteceu comigo, muito tempo atrás, quando eu ainda era um franguinho dando minhas primeiras ciscadas no terreiro da reportagem policial. Ou, se preferir levar dentro das normas rígidas da zoologia profissional, não era um franguinho, e sim um…

Leia maisLuzes, câmera…

Escolha de Sofia

Esta pandemia às vezes nos dá a impressão de estarmos vivendo num postulado filosófico de Dilma Rousseff: “Não vamos colocar meta. Vamos deixar a meta aberta, mas quando atingirmos a meta, vamos dobrar a meta.” Ou seja, não sabemos até…

Leia maisEscolha de Sofia

Uma chuvinha em cima

Que se dane o duplo sentido, mas não existe nada mais saboroso do que acordar com o som da chuva tamborilando no telhado de casa! É claro que isso não se aplica a quem precisa levantar para o trabalho. Ou…

Leia maisUma chuvinha em cima

Veranico

(Ensaio sobre o prazer. O prazer puro) Era maio. Mais um desses períodos de lindas e frescas noites, com dias de reinado dos “sóis” do veranico que esquentam, suas tardes. Cleusa olhava no guarda-roupas e via aquele vestido que só…

Leia maisVeranico

No mundo de 2070

Como estará o planeta daqui a cinquenta anos? Ou melhor: como você acha que estará o planeta daqui a cinquenta anos? Que tal arriscar um palpite? Fazer exercícios de futurologia pode ser interessante – embora quase sempre frustrante: nem sempre…

Leia maisNo mundo de 2070

When I’m Sixty-four

“When I get older losing my hair/Many years from now” A primeira estrofe da música dá à luz uma primeira dúvida: será que John Lennon teria perdido seus cabelos ao chegar aos sessenta e quatro? E mais, ainda com base…

Leia maisWhen I’m Sixty-four